Filosofia de Investimento

 

Bons negócios a preços atrativos

Empresas bem posicionadas e resilientes a ciclos econômicos.

Alinhamento entre gestão e controlador

Executivos competentes e alinhados ao acionista de longo prazo.

Diversificação

Carteira exposta a diferentes riscos e oportunidades.

Sem alavancagem

Preservação do capital evitando perdas permanentes.

Renda

Dividendo como fluxo recorrente e fiscalmente eficiente.

Margem de segurança

Assimetria entre risco de perda e potencial de ganho.

Controle de risco

Gestão do caixa, limites de concentração, pulverização e liquidez da carteira.

Paciência

Tranquilidade para aguardar a realização das teses de investimento (dada qualidade do passivo).

Disciplina

Convicção das teses de investimento posta à prova constantemente.

Subjetividade

Valorização do pensamento independente e “fora da caixa”.